quinta-feira, 12 de julho de 2012

Perdidos em Estocolmo - Parte 1 - Transporte e Hospedagem



Acredito que todo mundo tem, em algum lugar ou mesmo na cabeça uma listinha com todos os lugares que tem vontade de conhecer... Bem, conosco não é nada diferente, temos uma listinha enorme e é claro na medida do possível tentamos prioriza-la.

Com o orçamento das viagens bem apertado este ano, optamos por fazer o melhor possível utilizando os recursos existentes, e deu super certo.

Um dos exemplos foi nossa viagem de 2 dias para Estocolmo na Suécia, voamos de Ryanair, partindo do Aeroporto de Eindhoven (que falando nisso está em expansão) com destino ao Aeroporto Stockholm Skavsta localizado a cerca de 100km do centro de Estocolmo. Achamos uma mega super promoção e viajamos os 4 por pouco menos de 120 Euros, claro que antes de fechar a passagem sempre damos uma olhadinha no Booking ou no Hotels Combined para checar o preço de hotéis que lá pela Escandinávia não são nada baratos.

Uma vez que o Aeroporto fica distante do centro de Estocolmo, pesquisamos antes e encontramos a companhia Flygbussarna de ônibus que faz o trajeto do Aeroporto Skavsta até o centro de Estocolmo, compramos a passagem de ônibus via internet. O ponto de ônibus fica bem na saída do Aeroporto, não tem erro (Crianças não pagam).

Com relação ao Hotel, a sorte estava do nosso lado e encontramos um hotel novo, recém inaugurado da rede Omena hotéis localizado a menos de 15 minutos de caminhada da estação central de Estocolmo, detalhe com um precinho também promocional de inauguração de 50 euros por dia, beleza.



O Hotel é bonzinho, tem classificação 3 estrelas, logo não muito o que esperar além do básico é claro, porém existe um detalhe interessante, o Hotel não possui recepção, ao se registrar pela internet eles avisam que 24 horas antes do inicio da sua hospedagem você receberá um código através de SMS, este código é sua chave para entrar no Hotel e posteriormente no seu quarto.

Realmente 1 dia antes da nossa estadia recebemos o código por e-mail e também em nosso telefone celular,  mais tarde conferimos que todo o acesso ao Hotel, aos andares e aos quartos era realmente controlado por este código (individual).



O quarto era realmente bem simples, uma cama novinha, LED TV, 2 sofás reversíveis em camas de solteiro e microondas, frigobar e aquecedor de água, ótimos para quem está viajando com crianças.







Leia também:














De Eindhoven para o mundo                           

Não muito além de Amsterdam - Haarlem 










http://perdidos-em-eindhoven.blogspot.nl/2012/05/carcassonne-sul-da-franca.html
Cidade Medieval de Carcassonne - França 












  Ilha de Malta e Gozo                                                 









Nenhum comentário: