Pular para o conteúdo principal

Imovéis na Holanda - Comprar ou Alugar (guia passo-a-passo)


"TE HUUR" of "TE KOOP"?
Imóveis na Holanda Alugar ou Comprar?





Após a decisão de realmente se estabelecer em um país seja ele qual for um dos aspectos mais importantes na vida de uma pessoa é decidir exatamente aonde irá morar, para isso, todos nós devemos analisar calmamente uma série de variáveis e opções afim de optar pelo melhor local para moradia.

Muitas pessoas nos perguntam, como é morar em Eindhoven, e quais os fatores que nos motivaram a escolher esta cidade como moradia, a resposta é claro é bem simples, a escolha da casa foi basicamente influenciada pelo meu antigo trabalho, também aqui em Eindhoven, entretanto, mesmo após ter mudado de emprego e agora estar trabalhando em Rotterdam no norte da Holanda, acredito que a Região onde vivemos seja muito mais tranquila e digamos... a vida passa mais devagar.

Claro que desde 2016 o número de expatriados em Eindhoven vem crescendo a taxas muito mais altas que outras cidades da Holanda, e a cidade vêm se ajustando a está mudança, seja através da crianção de novas escolas, mudanças na infra-estrutura viária e muito mais opções de lazer e entretenimento.

De uma forma geral, embora a Holanda seja um país relativamente pequeno o deslocamento entre Norte e Sul  pode ser fácilmente realizado através de transporte público ou mesmo carro, levando em conta que durante os horários de pico congestionamentos e problemas nos transportes públicos são exatamente os mesmos que em qualquer outro país. 

Já aconteceu de levarmos mais de 3 horas para nos deslocarmos de Eindhoven a Utrecht por volta das 9 horas da manhã, em um percurso de cerca de 100km feito exclusivamente através de rodovias.

A escolha por uma escola internacional para seus filhos pode ser outro fator importante a considerar já que não existem muitas na Holanda (atualmente existe uma escola Internacional em Eindhoven e outra em Breda, a aproximadamente 45 minutos de Eindhoven).

Por fim, vale considerar o que se espera da nova moradia... mais espaço, jardim, sacada, vários dormitórios, proximidade a centros comerciais e por ai vai.

Agora que o primeiro passo já foi dado, como encontrar uma casa dentro das suas expectativas?

Compra de Imóvel:

Na Holanda, todas as casas colocadas à venda, tem seu processo de venda e negociação realizado através de intermediadores chamados de Makelaar, (corretor imobiliário), que é responsável por intermediar o processo de compra e venda de imóveis, isso também inclui o registro da casa junto ao FUNDA (Associação Holandesa dos corretores de imóvel) e pela promoção/anuncio do imóvel junto aos meios de comunicação e junto ao próprio site do funda http://www.funda.nl/.
 
 

O site do funda é o principal canal de negociação de imóveis na Holanda, e através dele você consegue realizar buscas e ver detalhes sobre imóveis a venda (koopwoningen) e para aluguel (huurwoningen).

Preenchendo o nome da cidade ou o Post Code do local aonde você pretender procurar um imóvel o site do funda lhe retorna todas os imóveis disponíveis para compra ou aluguel e também lhe permite implementar filtros como por exemplo, por bairro, preço, número de quartos e área construída.
 
O site do Funda também permite que você execute uma simulação da compra do imóvel, para acessa-la clique no link "Calculate Monthly Payment" conforme indicado abaixo.


Ao clicar no link, preencha o formulário abaixo com o valor do imóvel, Salário anual bruto (Bruto Jaarinkomen), idade (leeftijd), Modalidade de financiamento (Hypotheekvorm) e selecione se a compra do imóvel também deverá incluir a renda do seu parceiro/parceira (Inkomen Partner), de acordo com os valores informados o simulador informará se o seu rendimento anual é suficiente para solicitar a hipoteca do imóvel.

O simulador também lhe informa qual a taxa de juro oferecida por alguns dos bancos e agentes financeiros (abaixo).


Com o imóvel do seu interesse localizado e dentro de seus limites de compra o próximo passo é entrar em contato com o Makelaar (Agente imobiliário) e solicitar uma visita ao imóvel.

Importante: embora muitas vezes o imóvel a venda ainda esteja ocupado pelos seus proprietários, na Holanda, jamais se bate na porta ou se aperta a campainha de uma casa a venda ou locação para tentar tratar diretamente com o proprietário, isso porque o mesmo já contratou o Makelaar para tratar de todo o processo e é claro isso inclui apresentar os potenciais compradores ou locadores ao imóvel, lógico que vale dar uma passadinha pela rua e observar as facilidades e eventuais problemas do bairro escolhido.

Após a visita, que geralmente é feita sem compromisso, o interessado pode manifestar seu interesse pelo imóvel contactando novamente o Makelaar e fazendo uma proposta formal aos proprietários, caso a proposta seja aceita, é feito um contrato de "garantia de venda" (essa foi a melhor tradução que consegui pensar) aonde o proponente se compromete a pagar pela casa o valor acordado com os proprietários em cerca de XX dias ou caso contrário o mesmo necessita pagar uma multa geralmente no valor de 10% do imóvel. 

Assim como no Brasil podem existir diversas rodadas de negociação, e se necessário você pode ainda contratar uma empresa especializada em avaliação de infraestrutura e esta fará uma analise do seu sistema de aquecimento (Sistemas de aquecimentos por exemplo tem vida útil de 15 anos e precisam ser revisados regularmente), isolamento térmico, encanamento entre outros aspectos, o que lhe permitirá argumentar e obter maiores vantagens na negociação. 

Nos últimos devido ao aumento da população em algumas cidades da Holanda, tais como Eindhoven e Amsterdam por exemplo,nestes locais é comum ver imóveis a venda sendo visitados por mais de 100 interessados apenas em um fim de semana, como o acesso ao credito imobiliário é relativamente fácil, a seleção do novo proprietário é baseada em lances, cada um dos interessados oferece um lance único,e o imóvel é vendido à quem der a maior oferta. 

Verifique qual o seu limite máximo de empréstimo para compra de imóvel neste link (em Holandês). 

Caso você esteja pensando em "comprar" um imóvel, meu conselho é que você visite o banco antes de procurar e visitar imóveis, no banco, discuta com o gerente responsável pela área de Hipoteca (financiamento imobiliário) e veja qual o valor limite para o financiamento imobiliário disponível para você (de acordo com os seus rendimentos).

Preste muita atenção, o valor dos juros cobrados pelos bancos para os financiamentos imobiliários podem mudar de banco para banco, o mesmo ocorre com as taxas administrativas.

Existem também empresas chamadas "Hipotheeke adviseur", consultores especializados em aconselha-lo sobre qual o melhor banco e o melhor tipo de Hipoteca para você, eles geralmente cobram uma pequena taxa para auxilia-lo a tomar esta decisão.

*Preste muita atenção alguns bancos não autorizam o financiamento de imóveis para pessoas com documentos de permanência (Verblijfsdocument) tipo I, o melhor a fazer é verificar isto junto ao banco logo de início.

Com a autorização para hipoteca em mãos, e o imóvel já escolhido os próximos passos são a aceitação do imóvel pelo banco, (uma espécie de checagem para ver se o imóvel realmente vale o que o comprador está pagando e é claro se não oferece riscos para o banco em caso de execução por não pagamento, é feita por uma empresa independente e paga pelo comprador), e a assinatura da escritura no cartório (este processo é feito pelo tabelião todo em Holandês e caso você não seja fluente em Holandês deverá custear também um tradutor juramentado Holandês-> Português ou Holandês->Inglês).

Consulte o seu contador ou o banco e pergunte sobre os benefícios fiscais obtidos no pagamento dos juros sobre a compra de imóveis, é possível que você consiga reaver parte do valor dos juros pagos de acordo com a modalidade de financiamento escolhida.

Importante: No site do funda você encontrará todos os imóveis disponíveis para venda na Holanda, no entanto nem todos os imóveis de aluguel estão disponíveis no site.

Aluguel de Imóvel:
 
No caso da locação o processo é bem mais simples e pode implicar apenas no pagamento de um caução equivalente a 1 ou 2 alugueis e obviamente providenciar a documentação necessária que pode incluir uma declaração de emprego e um resumo dos seus ganhos anuais junto a cópias de seus documentos ou permissão de trabalho na Holanda.
 
Em Eindhoven existem algumas empresas especializadas na locação de imóveis de para expatriados, estas empresas podem auxilia-lo com tanto com a identificação e localização do imóvel com seus requisitos como também na preparação da documentação necessária e intermediação com proprietário.
 
Dependendo da duração de sua estada você pode optar por alugar um imóvel com e sem mobília incluída, no valor da locação normalmente também estão inclusos os custos de água, luz, gás e em alguns casos também TV a cabo e internet.
 
Devido ao aumento no número de Expatriados em Eindhoven e por consequência a busca por imóveis para alugar na cidade, muitos dos recém chegados tem buscado imóveis em cidades próximas à Eindhoven que ainda oferecem um tempo relativamente curto de deslocamento, entre estas cidades podemos citar Veldhoven, Waalre, Geldrop e Helmond, todas localizadas a menos de 15km do centro de Eindhoven.

O site http://funda.nl conforme mencionado anteriormente permite a busca por casas para aluguel ou compra, basta buscar pelo nome da cidade desejada, a distância do centro e os valores máximos e mínimos de aluguel.

Além disso em Eindhoven as seguintes empresas oferecem serviço de assessoria para locação de imóveis: Expat Housing Network, VB&T, Rots Vast Group e a Stoit, para maiores informações, procure pelas mesmas no Google. Nota: O Site perdidos em Eindhoven não possui nenhum vínculo com as empresas mencionadas acima, a contratação de quaisquer serviços destas empresas deve ocorrer por sua própria conta e risco.


Leia Também:

Comentários

joao disse…
olá....penso como opção , me estabelecer na holanda, tenho uma namorada que mora na regiao,entao isso facilita,como é o mercado de trabalho informal? estou tirando minha cidadania, mas quero dar prosseguimento na europa mesmmo.E gostei da cidade de Eindhoven.

Visite também

Roteiro de 1 dia em Amsterdam

 "Saudoso e Icônico" I Amsterdam removido do Museuplein em Dezembro de 2018 Acho que somos um pouco suspeitos para falar, mas a Holanda tem definitivamente atrativos suficientes para com certeza entrar no roteiro de qualquer um que venha a Europa. Belas paisagens naturais, canais, moinhos, cidades históricas com um estilo bem século 15, lindos campos de cultivo de flores e frutas, excelente museus e de quebra algumas boas opções de queijos e outros derivados de leite.    Contando então com uma ajudinha do clima as opções são inúmeras e eu poderia enumerar tranquilamente cerca de 15 ou 20 atrações distribuídas de norte a sul da Holanda, agora na minha opinião nenhuma outra cidade holandesa sintetiza tão bem tudo o que há para se ver e se fazer na Holanda como Amsterdam, muito embora para muitos holandeses Amsterdam seja vista como um país a parte já que culturalmente Amsterdam é tão internacional que é quase impossível compará-la a outras cidades tipicamente holandesa

Produtos Brasileiros na Holanda.

      Atualizado Dez/2020   A escolha de viver no exterior não é nada fácil, se por um lado desfrutamos da vantagem de viver em uma sociedade mais organizada, com menos violência e a possibilidade de de vez em quando dar aquela escapadinha para algum lugarzinho "legal", por outro lado, vivemos longe das pessoas que amamos, passamos meio ano embaixo de um frio que ninguém merece e é claro, na hora hora que o verão chega e você quer fazer aquele churrasquinho Brasileiro, cadê a picanha? E o guaraná brasileiro  ? E a aguinha de coco?  É meu amigo, bem vindo a realidade, e ai vem aquela máxima, não se pode ter tudo nessa vida.... ou será que pode? Bom quanto aos dias de frio realmente não há nada que eu possa fazer por você...já com relação a produtos brasileiros.... Vou tentar compilar neste post algumas dicas de empresas, produtos e dicas de como obter produtos brasileiros aqui na Holanda ou até mesmo quem sabe na divisa com a Alemanha ou com a Bélgica (já que ficam

Expatriação e contrato de trabalho - Parte 1 de 2

(Post atualizado em Janeiro de 2021) A mudança de país "pode ser" bastante gratificante com relação ao aprendizado de uma nova cultura, o desenvolvimento de uma segunda ou até mesmo uma terceira língua,  e ainda nos prepara para enfrentar adversidades até então desconhecidas trazendo de presente um horizonte de novas possibilidades, lugares para conhecer e novos amigos para se fazer. Há algum tempo que recebo o contato de pessoas do Brasil, que na maioria das vezes, recebeu uma oferta de emprego no exterior e não sabe exatamente como negociar o contrato de trabalho e benefícios com o futuro empregador. Como já passei por está situação sei muito bem como é isso, falta de informação, pouco suporte do setor de expatriação da empresa e até desconhecimento em relação as futuras necessidades  no novo país. Contrato Local ou Expatriação? A alguns anos um colega que estava no Brasil e havia recebido um convite para trabalhar na Holanda me perguntou se ele deveria vir como e