domingo, 31 de julho de 2011

A Holanda além de Amsterdam - Haarlem

Vez por outra nós sempre gostamos de explorar novas atrações e conhecer lugares novos aqui na Holanda.

Desta vez demos uma esticadinha ate a cidade de Haarlem ao Norte de Amsterdam.

Haarlem tem um centro histórico super bonito e também uma igreja (Grote kerk) que acredito ser uma das mais bonitas que já vi pelo menos aqui na Holanda.  O centro comercial foi eleito em 2008 o centro comercial mais "bacana" da Holanda, e realmente as lojinhas são super simpáticas e dão aquele sensação de você ter voltado 300 anos no tempo.


Já viu tudo em Amsterdam e quer aproveitar o tempo enquanto espera seu voo passar uma manha ou uma tarde em Haarlem pode ser uma boa pedida.

O "Amsterdamse Poort"


Moinho "De Adriaan"

 
Pequena vila atrás do Moinho "De Adriaan"
Vista da cidade a partir do "Adriaan Molen"
Centro de Haarlem

Padaria super antiga, e um cheirinho super convidativo.

Centro de Haalem.

Centro de Haarlem


Foto tirada em uma das pontes móveis do Haarlem.


Centro de Haarlem.

Detalhe para os pequenos corredores do centro da cidade.




Loja super bonita de artigos de Natal, eles tem produção própria de velas, vale a pena visitar.

Grote Kerk



Grote Kerk.





Se você estiver por lá num sábado, aproveite a feira e coma um "Stroopwafel".




Haarlem é sem dúvida uma boa opção para quem quer conhecer algo mais além da boa e velha Amsterdam, mas existem outras ótimas opções tais com Rotterdam, Haia, Gouda, Maastricht, Valkenburg entre outras.

Já viu tudo em Amsterdam e quer aproveitar o tempo enquanto espera seu voo ou escala, de um pulinho no Haarlem fica a apenas 30 minutos de trem direto de Schiphol e sem necessidade de baldeações.

Veja a localização de Haarlem no Google Maps:

View Larger Map

Leia também:
Castelos Medievais na Holanda 
Amsterdam em 1 dia 
Compras na Holanda 
Viver, trabalhar ou passear em Eindhoven 

domingo, 24 de julho de 2011

Impressões e fotos da maior kermis da Holanda "Tilburg"

Neste último sábado demos um pulinho rápido em Tilburg para visitar uma loja de artigos para bebê e é claro aproveitamos para conhecer a maior Kermis da Holanda.

A impressão geral é de que a Kermis é geralmente grande se comparada as outras Kermis (Eindhoven, Helmond, Best e Nuenen) que já visitamos, no entanto os brinquedo são praticamente os mesmos que vimos nas outras Kermis, na realidade já havíamos ouvido que a Kermis de Tilburg reúne na verdade brinquedos e barracas de 2 ou 3 Kermis de outras cidades.

Com relação a valer a pena ir a Kermis de Tilburg ou não, eu diria que se você já foi outras Kermis da Holanda, consequentemente vai encontrar mais do mesmo.

Das Kermis que conhecemos, continuo achando que a melhor ainda é a de Eindhoven, graças a distribuição linear dos brinquedos e também da variedade e espaço na "praça de alimentação".



Batata Frita no palito, uma delicia, vale muito a pena...



















Leia também:


           Malta: Valletta e as 3 cidades           









 Malta, Mdina e Maksaloxx                                        








 Roteiro de 1 dia por Amsterdam                      

















quinta-feira, 21 de julho de 2011

Mapa detalhado - Amsterdam Roteiro de 1 dia


View Roteiro Básico Amsterdam in a larger map

Para quem gostou do roteiro de 1 dia por Amsterdam, fizemos um mapa/plano turístico no Google Maps com todos os detalhes do roteiro, onde começar, as paradas com os nomes das ruas e tudo mais.

O mapa pode também ser encontrado neste LINK

Se você perdeu o primeiro post é só clicar aqui para acessa-lo Viajar para Amsterdam? Roteiro de 1 dia.

Pensando em um roteiro maior de 2 ou 3 dias? Veja mais dicas de outras coisas legais para se ver na Holanda?

Os belos jardins de Keukenhof
A pequena e bela cidade Haarlem
Castelos Medievais na Holanda
Conheça o Efteling o maior parque temático da Holanda

Onde se hospedar em Amsterdam?

Reserve através do nosso parceiro detectahotel e ajude-nos a manter o blog.





sexta-feira, 15 de julho de 2011

Amsterdam - Roteiro de 1 dia


Acho que somos um pouco suspeitos para falar, mas a Holanda tem definitivamente atrativos suficientes para com certeza entrar no roteiro de qualquer um que venha a Europa.

Belas paisagens naturais, canais, moinhos, cidades históricas com um estilo bem século 15, lindos campos de cultivo de flores e frutas, excelente museus e de quebra algumas boas opções de queijos e outros derivados de leite. Contando então com uma ajudinha do clima as opções são inúmeras e eu poderia enumerar tranquilamente cerca de 15 ou 20 atrações distribuídas de norte a sul da Holanda, agora na minha opinião nenhuma outra cidade holandesa sintetiza tão bem tudo o que há para se ver e se fazer na Holanda como Amsterdam, muito embora para muitos holandeses Amsterdam seja vista como um país a parte já que culturalmente Amsterdam é tão internacional que é quase impossível compará-la a outras cidades tipicamente holandesas.


É óbvio que os interesses de quem visita Amsterdam possam ser os mais variados possíveis, muitos querem conhecer os canais através de lindos e bucólicos passeios de barco, outros preferem passar horas e horas observando as mostras do Rijksmuseum ou do Van Gogh Museum, existem ainda muitos que se apaixonam pela "tolerância" holandesa e preferem visitar o "Red Light District" (Zona da Luz vermelha) e de quebra visitar um "Coffee Shop" e quem sabe até consumir algo por lá.

Independente de qual seja o seu objetivo "roteirístico", sem dúvida vale a pena bater perna pelo centro de Amsterdam e conhecer alguns dos principais pontos turísticos e ícones da cidade, e este é o principal objetivo deste post, apresentar um trajeto simples que lhe permita conhecer um pouco de tudo e se necessário, é claro, pode ser modificado ou apimentado de acordo com os seus interesses pessoais.

Não é nossa pretensão nem de longe em afirmar que este é o melhor roteiro de 1 dia por Amsterdam, e claro que o seu feedback de todos os nossos leitores será muito bem recebido.

O roteiro, já testado e ilustrado pelas fotos, pode ser feito em um dia e de acordo com o seu ritmo pode ser concluído em 6 ou até 8 horas claro que não incluindo nenhum tipo de visita a Museus ou passeios diversos.

O roteiro também pode ser encontrado no formato de Mapa com todas as informações e paradas bem detalhadinhas, confira o nosso Mapa detalhado do roteiro.

Se você pretende conhecer Amsterdam de ponta a ponta, conhecendo ao menos 2 museus e fazendo passeios de barco por exemplo eu sugiro que reserve no minimo 2 dias e no máximo 3 (4 dias caso você realmente queira fazer tudo beeeeeem devagarinho).


ATENÇÃO: Para você que planeja visitar a Holanda até o dia 18 de Maio, aproveite para conhecer também os jardins de Keukenhof em Lisse, à cerca de 30 minutos de Amsterdam - saiba mais em nosso post sobre Keukenhof.

 Começando...

A proposta inicial é iniciar o tour pelo ponto turístico mais distante da Centraal Station, na Museumplein, local aonde se situam Rijksmuseum, Van Gogh Museum e Concert Gebouw.

Importante: caso você esteja nas imediações da Centraal Station providencie o seu OV-chipkaart (cartão com chip necessário para realizar qualquer viagem de ônibus ou tram por Amsterdam e também utilizado em outras cidades da Holanda), e tome o tram número 2, 5 ou 24 e desça na parada museumplein (Não esqueça de passar o seu OV-Chipkaart no leitor no momento em que você entra no tram e também na hora de sair, ou você pode acabar pagando mais pela viagem).

Museumplein

Ao chegar na Museumplein, você irá dar de cara com o imponente Rijksmuseum (Museu de Arte e História),  bem a frente do museu fica a escultura/letreiro/brinquedo/obra de arte  "I Amsterdam" local aonde todos querem tirar uma foto em frente a uma letra específica ou do letreiro todo... Essa é aquela fotinho que você irá mostrar aos amigos após todas as outras da cidade e eles dirão, "Nossa cara, você foi em Amsterdam" :-)





Rijksmuseum


Concert gebouw
Caminhando mais um pouco pela Museumplein, você irá dar de cara com a construção da foto acima, o Concert Gebouw uma sala de concertos bonita por dentro e por fora, entre no link para mais informações sobre concertos e visitas.

Vondelpark


Do Concert Gebouw seguimos até uma das entradas do Vondelpark, um parque público com uma linda área verde localizado bem no centro de Amsterdam, o Vondelpark possui teatro a céu aberto, casas de chá e restaurantes.

Curta o Vondelpark observe o verde e as pessoas fazendo picnics, andando de bicicleta e até mesmo tomando um banho de sol, relaxe bastante pois ainda temos muito pela frente :-)

Ah e não fique acanhado se quiser parar por lá para fazer um lanchinho mesmo que na grama, por aqui isso é super normal.






Leidseplein

Após terminado o passeio no Vondelpark, use a saída da Leidseplein que fica bem em frente ao Holland Casino, cruze a ponte e ande um pouco por ali, está é uma praça bastante movimentada e o canal em frente ao Casino é também uma ótima dica para fotos.






Basta atravessar ali mesmo pela plataforma de madeira ao lado do Casino para chegar a Leidseplein, lá você encontrará um dos "coffee shops" mais famosos da Holanda o Bulldog, na praça quase sempre é possível encontrar músicos e outros artistas mostrando seus talentos e esperando a sua colaboração em troca, na pior das hipóteses por lá também se encontram alguns mictórios públicos que ficam a céu aberto.


Coffee Shop The Bulldog e os mictórios a céu aberto.



Se você já está com fome, existem vários restaurantes ao redor da Leidseplein, alguns italianos, argentinos e inclusive um restaurante brasileiro, este fica na segunda rua a direita após a parada do tram (Leidsedwarsstraat). Infelizmente ainda não tivemos a chance de experimenta-los.

Durante o outono e inverno na Leidseplein é possível encontrar uma pista de patinação no gelo e uma decoração de Natal simples mas muito bonita.



Saindo da Leidseplein, você rumo ao mercado de flores, você encontrará várias lojas de souvenirs, queijos, cafés e livrarias, basicamente existem mais de 100 lojas de souvenirs em Amsterdam, entretanto se você pretende fazer uma compra grande aconselho que procure nas lojas localizadas próximo ao final da Nieuwendijk onde o preço costuma ser um pouco menos "turístico" digamos assim.







Continue seguindo pela Leidsestraat até chegar ao Bloemenmarkt a sua direita.


Bloemenmarkt (O mercado de flores flutuante)

Este mercado fundado em 1862 é um dos mercados de flores mais conhecidos da Holanda, embora venda tulipas o mercado é conhecido por ter muitas outras variedades de flores e sementes não só da Holanda mas do mundo todo. No mercado também é possível comprar souvenirs e artigos de decoração.


 Entre os souvenirs você encontra todo o tipo de coisa, vasos, tamanquinhos e um "kit para iniciantes" na plantação de "cannabis"... (foto acima).


Em frente ao mercado de flores existem duas lojas de queijo holandês que oferecem também degustação, por lá vocês encontram, queijo Gouda, Edam, Oud kass, geiten kaas (queijo de cabra) e queijos com especiarias... vale a pena conferir.




Andando mais um pouquinho bem em frente a uma das barracas do mercado de flores você também encontrará o "Magic Mushrom" uma espécie de showroom de alucinógenos, entre outros artigos "naturais".

Muntplein

Ao final do Bloemenmarkt chegamos a Muntplein, um cruzamento, nada pacato de 6 ruas entre elas a Kalverstraat (a mais importante rua do comércio em Amsterdam) e a Rokin, rua que liga a Muntplein a Dam Square.




Munttoren (foto de P.H._Louw - licensed Creative Commons)
  
No passado a Munttoren foi um dos 3 portais que davam acesso a cidade medieval de Amsterdam.

Da muntplein temos 2 opções, podemos seguir pela Kalverstraat (a rua de comercio mais cara da Holanda), cheia de lojas de marcas locais e internacionais, ou podemos ainda seguir pela rua Rokin que também embora não tenha muitas lojas tem um visual super legal aonde com certeza você conseguirá fazer algumas fotos, independente da rua escolhida, seguiremos direto até a rua Spui, reduto dos aficionados por livros, aonde funcionam as sextas um mercado de livros usados e aos domingos um mercado de pulgas.

 Kalverstraat

 
Spui
 Spui
 Spui


Dam Square
A palavra Dam em Holandês significa dique que em termos leigos é uma construção feita com o objetivo de reter a passagem d' água, como este dique bloqueava a passagem da água vinda do rio Amstel, daí veio o nome da cidade.

A praça aonde encontram se hoje o monumento nacional de lembrança aos que mortos da segunda guerra, o Palácio Real, o Museu de cera de Madame Tussaud e a Nieuewkerk é conhecido como Dam Square e é um dos locais mais importantes e conhecidos de Amsterdam.

Monumento ao centro da Dam Square (Foto Anonimo)

Museu de cera de Madame Tussaud 

Palácio real e Nieuwe Kerk


A direita da Dam Square encontra-se um dos acessos ao Red Light District.

Red Light District

A área que já foi um dia o simbolo da "liberalidade" holandesa, instiga a curiosidade de muitos e assusta a outros. O Red Light District (Zona ou Distrito da Luz Vermelha) de Amsterdam foi criado no século 14 inicialmente com o intuito de atender aos marinheiros de passagem pela cidade.



Ao fundo da Igreja Velha (Oudekerk), cercado por vários negócios de "entretenimento adulto", tais como casas de shows eróticos, locadoras, sex shops, bares, restaurantes e "coffee shops" se não fossem as mulheres oferecendo seus atributos em vitrines nas frentes das casas e nos becos, o Red Light District até que pareceria um bairro como outro qualquer de Amsterdam.

Com lindos canais e paisagens fascinantes especialmente a noite, o Red Light District ganha um charme especial graças a "iluminação que deu nome ao lugar".

Mas cuidado!!!! O que vou falar agora é muito sério, jamais tire fotos das prostitutas, de agenciadores ou de pessoas relacionadas, existem casos confirmados de turistas com câmeras fotográficas e filmadoras quebradas e inclusive alguns relatos de violência física.

Também é importante lembrar que na Holanda existe uma regulamentação do uso de drogas leves e não uma liberação como muitos se referem, por isso fique atento a esta regulamentação e as restrições de compra e uso. Fora isso, ainda é comum ao andar pelo Red Light District ser abordado por "Drug Dealers" (vendedores de drogas)  que oferecem abertamente a todos drogas ilegais, obviamente não permitidas na Holanda.
Fora isso, andar, olhar as vitrines, entrar nos Coffe Shops, e explorar o Red Light District, está liberado e pode ser um passeio bastante interessante e até engraçado, diferente do que muitos pensam o Red Light é visto como uma área turística então é comum ver famílias inteiras andando por lá, casais de idosos, e é claro grupos de jovens e adolescentes. Tudo isso, muito bem monitorado e cheio de policiais fardados e a paisana por todos os lados.

 
Vitrine de um Sex Shop no RLD.

Loja especializada na venda de Sementes de Cannabis.

Alta circulação de pessoas pelo RDL.


Bares e Restaurantes no RLD.

Loja especializada em camisinhas personalizadas.

Lojas de Souvenirs no RLD.

Centraal Station

Enfim chegamos ao final de nosso roteiro de volta a Centraal Station, uma estação de trêm, metro e barco, aberta em 1889 e construída sobre um aterro.

Da Centraal Station seguem trens para praticamente toda a Holanda bem como para Alemanha, França, Bélgica, Dinamarca*, Russia* e República Tcheca* (*Em associação com a companhia Alemã de trem).

Visão superior da Centraal Station - Cortesia MS Bing.

SintNicolaas kerk vista da Cetraal Station.

De Graashoper, Coffe Shop, Bar e Restaurante.

Sugestões

Como já dissemos no inicio do post Amsterdam tem atividades para todos os gostos e bolsos e o que não faltam são opções.

Veja algumas das atividade que nós e nossos amigos recomendam:

Casa de Anne Frank (Anne Frank Huis)
Museu de cera de Madame Tussaud em Amsterdam
Tour "Ajax Stadium" - Amsterdam Arena
Heineken Experience
Amsterdam Ice Bar

Outras Atividades:

Passeio de Barco pelos canais

  • Existem diversas operadoras de passeios de barcos em Amsterdam, não tenho nenhuma indicação especifica, existem basicamente 3 rotas distintas que passam por certos monumentos e pontos turísticos específicos, aconselho checar este item diretamente com as operadoras e é claro faze-lo de acordo com seus interesses. Como também existem passeios noturnos, várias operadoras também oferecem o passeio + jantar.

Museu de Ciência Interativo Nemo (Indicado para adultos e crianças)


Onde Comer?

The Grasshoper
De Pannenkoek Kelder

Outros passeios próximos a Amsterdam:

Madurodam "A Holanda em miniatura"
Haarlem - A Holanda além de Amsterdam
Keukenhof Gardens - O jardim da Europa
Keukenhof - Dicas práticas (Novo)
Guia "quase-completo" de Eindhoven

Quer esticar um pouco mais o passeio ou de repente visitar alguma cidade entre Amsterdam e Paris ou entre Amsterdam e Bruxelas? Que tal conhecer a cidade medieval de Bruges?


Onde se hospedar?

Amsterdam tem diversas opções de hospedagem includindo hotéis, B&B, albergues e "barcos" para todos os gostos e bolsos, o mais comodo é se hospedar dentro dá área turística, assim você tem acesso a pé, de tram ou mesmo de bicicleta a todas as atrações da cidade.

Aconselho os viajantes a sempre procurarem a hospedagem dentro das suas especificações em sites conhecidos, tais como o Hotels Combined e o Booking.com, fique atento a nota dos hoteis bem como os comentários (reviews) de outros hospedes.


Atualizado: Não deixe de visitar a nossa página com dicas de aplicativos de localização e transporte público na Holanda.

Quando ir?

A Holanda tem as estações do ano muito bem definidas,  o inverno as vezes pode ser branco, a primavera colorida e cheia de flores, e o outono cheio de folhas alaranjadas, escolha a época do ano que mais lhe atrai e venha certo de que será supreendido. Lembre-se de que os jardins de Keukenhof ficam abertos apenas durante a primavera.

Tempo e temperatura em Amsterdam

Amsterdam fica localizada próximo ao mar e por isso está sujeita a várias correntes maritmas vindas do mar do norte.

A temperatura oscila bastante e assim como já houveram dias de verão com temperaturas na casa dos 35 graus (centigrados), também houveram verões como o de 2013 onde a temperatura minima chegou a 12 graus (centigrados), na dúvida traga sempre roupa reserva e leve em consideração que durante o verão pode ser dificil encontrar agasalhos ou blusas nas lojas.

A média anual de temperatura na Holanda é de 11 graus e os meses com mais chuvas são "geralmente" Agosto, Setembro, Outubro e Novembro.

Ainda não reservou seu Hotel? Utilize o nosso parceiro, economize e ajude-nos a manter o blog.



Leia também:



http://perdidos-em-eindhoven.blogspot.nl/2012/05/carcassonne-sul-da-franca.html
A Bela e Romantica Bruges 






        Perdidos em Estocolmo  - Suécia        















  Ilha de Malta e Gozo




      Compras via Internet na Holanda        















Até a Próxima !